Inflação: O que é? Quais suas consequências?

Caso você não saiba o que é inflação, com certeza já se deparou com ela centenas de vezes na sua vida. Te explico. 

Por exemplo, ao ir no mercado você compra o quilo do frango por R$10,00, passando uma semana você volta no estabelecimento e percebe que o mesmo alimento está agora por R$15,00, isso significa que o preço inflacionou.

Outro caso, é nos reajustes salariais, que precisam estar de acordo com o aumento da inflação e a falta dele é o que ocasiona grande parte de greves e protestos que vemos por aí.

Sem mais delongas, neste artigo você vai conferir o ABC da inflação. 

O que é? Como surgiu? E como isso impacta na sua vida!

Inflação é…

Um termo econômico designado para definir o aumento geral dos preços de bens e serviços na sociedade. A inflação é calculada pelo índice de valores e no Brasil temos algumas variáveis.

Outro ponto está na alta da inflação que impacta na circulação da moeda, já que a quantidade de dinheiro em fluxo afeta o equilíbrio da oferta e demanda, de forma que temos mais procura que oferta, logo os preços começam a subir.

Porém, a inflação se torna danosa quando os níveis de preços aumentam em alta velocidade e os reajustes salariais não acompanham as transformações, dessa forma diminuindo o poder de compra do cidadão. 

Resumindo, a inflação é causada por 4 fatores: lei de oferta e demanda, redução da oferta, fatores naturais e emissão da moeda.  

Entenda os índices

Os índices de inflação são utilizados para calcular o aumento e a variação dos valores, caso seja um investidor, é de extrema importância que esteja atento ao sobe e desce. As ações devem render mais que a inflação, caso contrário o investimento fica sem ganhos.  

Entre os índices deve se acompanhar, principalmente: 

  • IPCA  (Índice de Preços ao Consumidor Amplo)

Considerado o índice de inflação oficial do país, nele são calculados os gastos básicos, como: saúde, educação, alimentação e moradia. 

*Calculado pelo IBGE

  • IGP-M (Índice Geral de Preços)

O cálculo do IGP-M tem uma dimensão mais ampla, entrando gastos que vão da matéria-prima até os bens de consumo. Alguns especialistas percebem essa apuração como a mais razoável aos valores da economia vigente. 

*Calculado pela FGV (Fundação Getúlio Vargas)

  • IPC-S (Índice de Preços ao Consumidor Semanal)

Já o cálculo do IPC-S mostra a variação de preços de produtos e serviços em sete capitais do Brasil.

*Calculado pela FGV (Fundação Getúlio Vargas)

Inflação no Brasil 

No começo dos anos 2000, ainda era possível fazer uma boa compra no mercado com R$50,00, hoje o cenário está completamente diferente, até o momento o real teve uma inflação de 508%, de acordo com Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA).

Porém, a troca da moeda de cruzeiro para a real foi essencial para conter os índices absurdos no aumento de preços, que perduraram da década de 80 até 1994. Um pouco antes da alteração, os brasileiros sofreram com uma inflação de 4.992%, segundo o Banco Central, já em 1995, com o real em vigor há um ano, a porcentagem foi para 22%.

Curiosidades 

Além do Brasil, outros países também tiveram graves problemas com a inflação. Como a Alemanha, pós Primeira Guerra Mundial, que perdeu todas as colônias, sofreu sanções territoriais e militares. 

O país chegou a uma inflação de 29.500% ao mês, as pessoas recebiam seus salários em malas e crianças brincavam construindo torres com notas. A situação da Alemanha só começou a se estabilizar em meados de 1925, após a introdução de uma nova moeda e o Plano Dawes

Em 1923, a inflação atingiu niveis tão elavados, que os preços dobravam a cada 3 ou 4 dias, uma fatia de pão, que custava 250 marcos em janeiro, passou a custar 200 bilhões em novembro.

Segundo uma matéria da BBC News, as pessoas guadavam os salários em malas. Algumas história representam o drama vivido pela população: uma pessoa esqueceu sua mala e quando voltou percebeu que haviam roubado a mala, mas não o dinheiro; um padre viajou a Berlim para comprar um par de sapatos e quando chegou lá só conseguiu arcar com uma xícara de café e o bilhete de ônibus para voltar para casa.

Quer saber mais sobre inflação? Separamos alguns conteúdos que valem a pena conferir: 

Nathalia Arcuri – Me Poupe

“Porque que tudo tá caro? Tudo sobre inflação! De volta ao básico. 

Gabriela Mosmann – Economia Descomplicada 

Inflação: o que é, como funciona, o que causa e quais suas consequências 

Colaboração: Ana Marsiglia (Instagram: anamarsiglia_)

Andréa Tavares é diretora de Comunicação e Marketing e membro do Conselho Científico da Multiplicando Sonhos.
É entusiasta da Psicologia Econômica e acredita na transformação por meio da Educação Financeira.

Imagem mulher no supermercado: Freepik: <a href=”https://br.freepik.com/fotos-vetores-gratis/alimento”>Alimento foto criado por prostooleh – br.freepik.com</a>

Gif: https://acegif.com/wp-content/uploads/2020/b72nv6/ohmy-8.gif

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.