Fundos Imobiliários

Fundos Imobiliários

Fundos Imobiliários: O que são? Quais são os tipos? Vale a pena?

Esse artigo é para os investidores de perfil arrojado, aqueles que estão dispostos a correr riscos, ao longo do texto vamos discorrer sobre os fundos imobiliários (FII), um tipo de investimento que vem se tornando cada vez mais popular.

O que são fundos imobiliários (FIIs)?

Esse tipo de investimento entra para a categoria de renda variável, ele é formado por grupos de investidores que tem como propósito investir no mercado imobiliário. O dinheiro é revertido para construção ou aquisição de imóveis.

O objetivo desse tipo de investiemtno é conquistar retorno com a locação, venda, arrendamento e outras vertentes do setor.

Quais são os tipos de Fundos imobiliários?

Existem 5 tipos de FIIs, entre eles:

Desenvolvimento para renda: esse tipo aplica acima de dois terços do patrimônio líquido ou na integração de empreendimentos imobiliários na fase de projetos;

Desenvolvimento para venda: possui as mesmas dinâmicas do desenvolvimento para renda, porém com foco em venda visando o futuro;

Renda: investimento em patrimônios imobiliários já construídos, com foco em renda na locação ou arrendamento de imóveis;

Híbridos: FIIs que investem em diversos tipos de ativos do setor imobiliário. Com esse  fundo não é preciso focar em um único tipo;

Títulos: aplicação em cotas de sociedade, fundos de participação, fundos creditórios e recebíveis.

Quais são as vantagens entre investir em FIIs?

  • Burocracias simplificadas;
  • Liquidez com mais garantia;
  • Diversificação de investimentos;
  • Para pessoas físicas não há incidência de IR;
  • Gestão ativa.

Como selecionar o melhor fundo imobiliário?

Esse fator é bem relativo, você deve se guiar pelas as suas preferências, porém o nosso objetivo é te ajudar na melhor escolha, logo listamos alguns pontos de atenção para o momento da compra.

Portfólio: o resumo do desempenho desse ativo, tal como um “histórico escolar!”;

Localização: ponto chave para o sucesso desse ativo, procure regiões com potencial de valorização;

Locatário: pesquise sobre a trajetória de locação do imovél;

Dividend Yield: confira a taxa de retorno do ativo e como são as distribuições dos rendimentos.

Indicação de conteúdo

Confira a lista de FIIs pelo site da B3 no link.

Quer se aprofundar ainda mais em temas do mercado financeiro, confira nosso artigo sobre ações pelo link.

Colaboração: Ana Marsiglia (Instagram @anamarsiglia)

Autor: Andréa Tavares

Fonte: arquivo pessoal

Andréa Tavares é diretora de Comunicação e Marketing e membro do Conselho Científico da Multiplicando Sonhos. É entusiasta da Psicologia Econômica e acredita na transformação por meio da Educação Financeira

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.