Como montar um plano de ação?

como montar um plano de ação?

Ao ler esse título “como montar um plano de ação?” você já deve imaginar o que é, certo? Mas você sabe como desenvolvê- lo? Como tirar um desejo do imaginário e colocá-lo em prática?

Pensando em te ajudar a tirar os sonhos do papel, separamos 5 dicas para você criar o seu plano de ação, de acordo com a sua realidade e suas prioridades. Confira!

Simbora lá, aprender como montar um plano de ação?

O que é um plano de ação?

Plano de ação é a metodologia por trás da criação de rotinas para conquistar um objetivo específico, no caso é quando você mapeia os seus objetivos e traça rotas para conquistá-lo. Realizamos esse tipo de atividade em todos os momentos da nossa vida, mas não necessariamente de forma estruturada. 

É importante ressaltar que ao criar o seu plano de ação é preciso focar apenas na sua realidade e não tomar por base outros contextos, é algo extremamente singular.

1. Questione -se

Para criar o seu plano de ação é necessário se fazer 5 perguntas: O que? Por quê? Onde? Quem? Quando?

Com esses questionamentos é possível visualizar o seu objetivo e o tempo no qual deseja alcançá-lo, assim é possível entender de maneira realista as suas possibilidades.

Lembre-se que não podemos pular etapas! É necessário ter paciência com o processo.

2. Recursos financeiros

Certo, agora que você já tem o seu objetivo estruturado, é preciso olhar para as finanças. Um plano de ação adequado só se faz com um bom planejamento financeiro.

Primeiro de tudo, é necessário ter uma reserva de emergência, aquele dinheiro poupado para imprevistos, caso não tenha se procure criar uma.

Criamos os nossos planos, tendo em vista curto, médio e longo prazo, porém a vida não segue um roteiro, ela simplesmente acontece, dessa forma é necessário estar preparado para eventualidades.

Tendo esse ponto em mente, você deve programar suas finanças para as contas essenciais e para o seu objetivo final.

3. Desdobre suas metas

Certifique-se que suas metas estão mediadas pelos 5 conceitos:

  • Específica;
  • Mensurável;
  • Atingível;
  • Relevante;
  • Temporal.

Com esse alinhamento fica mais fácil perceber o que é palpável para um curto prazo e do que precisa de mais tempo para se consolidar.

4. Deixe seu plano de ação visual  

Pode parecer bobo, mas deixar o seu plano de ação visual pode te estimular para alcançá-lo.

Aconselhamos que você anote os seus planos em um papel, quadro ou cartolina, onde preferir, e deixe em um lugar visível que você veja todos os dias. É um ato simples que ajuda na motivação.

5. Reavalie seu plano de ação

Quando seu plano de ação já estiver rodando, sempre reavalie cada passo. Muitas vezes uma etapa faz sentido hoje, mas daqui uma semana já não possui mais o mesmo valor, logo é necessário acompanhar todo o processo e ir adaptando sempre que necessário.

Para ajudar a colocar o su plano de ação em prática leia o artigo Planejamento financeiro tem de ser feito de acordo com sua realidade

Colaboração: Ana Marsiglia (Instagram @ana_marsiglia)

Autor: Andréa Tavares é diretora de Comunicação e Marketing e membro do Conselho Científico da Multiplicando Sonhos. É entusiasta da Psicologia Econômica e acredita na transformação por meio da Educação Financeira. Perfil no Linkedin.

Fonte: arquivo pessoal

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.