Como equilibrar o uso do cartão de crédito?

Como equilibrar o uso do cartão de crédito?

É comum muitas pessoas verem o cartão de crédito como um vilão, porém a falta de letramento financeiro não faz perceber que ele pode ser um grande aliado, se usado de maneira consciente. Pensando em te ajudar com um uso inteligente do cartão de crédito, separamos 5 dicas que valem a pena conferir nesse artigo: Como equilibrar o uso do cartão de crédito?

No Brasil, cerca de 52 milhões de brasileiros usam o cartão de crédito para pagarem contas, porém um terço dos usuários não sabem o limite e 96% desconhecem o valor da taxa de juros mensal, aponta pesquisa do SPC Brasil. Que o uso dessa modalidade de pagamento é bem conhecida pelos brasileiros, não podemos negar, agora vamos para as práticas corretas. 

Mas afinal, como equilibrar o uso do cartão de crédito?

Determine um limite de gastos

O primeiro passo é estabelecer um teto para o seus gastos, pode parecer óbvio, mas esse ponto é o mais importante para um uso correto do cartão de crédito. Entenda o seu fluxo de gastos, faço uma relação do dia que recebe o seu pagamento para alinhar o quanto vai precisar usar no crédito. Evite usar o crédito se já possui o dinheiro em débito. 

Limite do cartão até 50% do seu salário

Além de  traçar um limite dos seus gastos, você deve estabelecer um limite para o cartão – se te oferecerem um limite muito mais alto do que precisa, corra – o indicado pelos especialistas é que o teto do cartão seja até 50% da sua renda mensal líquida.

Taxas de anuidade 

Já existem instituições que disponibilizam cartões de crédito sem anuidade, porém alguns modelos com anuidade oferecem mais benefícios, dessa forma, deve-se avaliar suas prioridades. Tenha em mente que é possível negociar as taxas de anuidade, para isso você deve usar corretamente o cartão de crédito e sempre realizando os pagamentos dentro do prazo. 

Realize o pagamento total

Ao usar o cartão de crédito, você está pegando dinheiro emprestado do banco, logo evite realizar o pagamento mínimo da fatura, uma vez que pagar pouco agora é pagar mais no futuro. É necessário tratar essa conta como uma das contas básicas, como água e luz e ter sempre um dinheiro reservado para essa modalidade de pagamento. 

Ps: não use o cartão de crédito para pagar contas básicas

Use programas de vantagens 

Alguns bancos e operadoras oferecem alguns benefícios aos seus clientes como: milhas e troca por produtos, no entanto essas vantagens possuem validade, fique atento aos prazos. 

E por fim, o cartão de crédito é um meio de pagamento e não um complemento da sua renda. Não inclua o cartão de crédito no seu fluxo de caixa como despesa, ele é uma forma de fazer pagamentos e não renda. Se você não identificar bem como utilizá-lo, pode se endividar e ter que pagar os maiores juros do mercado . Fique de olho!

Dicas de conteúdo

Nath Finanças | Como usar o cartão de crédito a seu favor?

Multiplicando Sonhos | Entenda os fundos imobiliários 

Leia também: Organizar as finanças nunca foi tão fácil

Colaboração: Ana Marsiglia (Instagram @anamarsiglia)

Fonte: arquivo pessoal

Andréa Tavares é diretora de Comunicação e Marketing e membro do Conselho Científico da Multiplicando Sonhos. É entusiasta da Psicologia Econômica e acredita na transformação por meio da Educação Financeira

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.